sexta-feira, julho 25, 2008

5ª Piruetas e mentiras - Deixa. O que eu quero dizer é vontade de existir dentro de você


Você e eu

atravessamos a madrugada

do dia em que te vi

e agora

quando a aurora

nos manda embora

pra casa.

Nossa casa é qualquer

esquina, nossa cama,

essa semana,

nossa história

nunca foi tão veloz,

nunca tão feliz.


Você eu

atravessaremos a praça.

Seu corpo, cartão postal

das minhas palpebras.

A minha palavra foi

feita pra te seguir

daqui até você.

Você é minha mulher.

Você é você.

Eu sou você, o mesmo

Sol, a mesma Lua

andando na mesma rua

até o dia amanhecer.


Você e eu

atravessando a cidade

daqui até Paris, São Paulo,

Tokio, Teerã.

Quando a manhã,

o café da manhã,

o dia de amanhã

Amalgamar essa saudade,

Essa viagem

E nós.


25/07/08

Um comentário:

teerã disse...

minhas pálpebras não cansam de seguir suas palavras para que você exista dentro de mim
mesmo quando não é manhã.
e junto da lembrança vem o cheiro
e o cheiro é quase presença,
quase.